Notícias Fecomercio

9 de março de 2017

Comércio eletrônico dribla crise e fatura 7,4% mais no ano


Estudo Webshoppers, realizado desde 2001 pela Ebit, aponta que quase ¼ da população do País realizou compras on-line pelo menos uma vez em 2016

Na contramão da crise, o e-commerce brasileiro faturou R$ 44,4 bilhões em 2016 – crescimento nominal de 7,4% em relação ao ano anterior. Cerca de 48 milhões de consumidores (quase ¼ da população brasileira) compraram no comércio eletrônico pelo menos uma vez no ano – alta de 22% ante 2015. Desse total, 21,2 milhões de compradores gastaram US$ 2,4 bilhões em sites internacionais.

Os dados constam da 35ª edição do Webshoppers, o estudo de maior credibilidade sobre o comércio eletrônico brasileiro e a principal referência para os profissionais do segmento. O levantamento é realizado desde 2001 pela Ebit, empresa que acompanha a evolução do varejo digital no País a partir da coleta de dados em tempo real diretamente com o comprador on-line. Clique aqui e veja mais detalhes do estudo.

Voltar para Notícias